Nossa Senhora da Graça: 348 anos de tradição religiosa no litoral catarinense

A cidade mais antiga de Santa Catarina e a terceira mais antiga do Brasil, São Francisco do Sul, cujo nome originário era Vila de Nossa Senhora da Graça do Rio São Francisco, deu lugar a uma esplêndida Celebração Eucarística, nesta última sexta-feira.

Para dar início à 348ª novena à Nossa Senhora da Graça, foi celebrada, na igreja matriz da paróquia do mesmo nome, a Santa Missa presidida pelo Pe. José Aldo Mariano e concelebrada pelos padres Edson Viana, Boleslaw Blij e Mário Sérgio Sperche, EP.

O edíficio é um verdadeiro monumento histórico: construída segundo o estilo veneziano e tendo como matéria-prima de suas paredes cal de concha, areia e óleo de baleia, o templo foi finalizado no remoto ano de 1699! Ademais, como peça fundamental da Matriz, está a imagem da padroeira existente há mais de 400 anos.

A tradição de uma festa secular parecia reviver novamente sob a proteção daquele belo templo. Os fieis participaram com notável fervor da cerimônia dando um autêntico testemunho de fé e entusiasmo.

Por convite da Paróquia, os Arautos do Evangelho também tiveram a alegria de presenciar e auxiliar esta importante celebração, eco sublime de um passado carregado de religião e solenidade. A imagem da padroeira foi escoltada pelo corpo de bombeiros até a Matriz, onde os membros dos Arautos do Evangelho foram premiados com a honra de recebê-la e conduzi-la até o interior do templo.

Ao término da Missa a cidade de São Francisco do Sul, com seus 150 patrimônios históricos, parecia mais serena. E o mar refletia no movimento discreto das ondas, a benção que pairava na região quase que sussurando: “a glória do Senhor habitará em nossa terra” (Sl 84, 10).

Um Comentário para: “Nossa Senhora da Graça: 348 anos de tradição religiosa no litoral catarinense

  1. Parabéns a voces por estarem na nossa cidade, já estavam com saudades de ouvir vossas sublimes cornetas a ecoar em nosso coração. Voltem sempre! Um Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*