Abundantes graças aos que recitam o Santo Rosário!

IMG_2069

No dia 18 de setembro, após a Santa Missa, alguns dos alunos que iniciaram o Projeto Futuro e Vida receberam de presente o Santo Terço, acompanhado do livro de orações que traz todos os mistérios e meditações do Rosário.

Você conhece a origem do Santo Rosário? Corria o século XII. Encontrava-se a Cristandade ameaçada por uma terrível heresia que rapidamente se infiltrou em toda a Europa. Tomado por uma moção interior, São Domingos de Gusmão dirigiu-se a uma floresta próxima a Toulouse, na França, a fim de fazer penitência e implorar que Deus “tivesse pena de sua própria glória calcada aos pés pela heresia”. Foram três dias e três noites de austeros sacrifícios, lágrimas e, sobretudo, de oração. Quando seu corpo estava a ponto de desfalecer, Maria Santíssima, resplandecente, lhe apareceu:

A Santíssima Virgem que estava acompanhada de três princesas do Céu lhe disse: “Sabes tu, meu caro Domingos, de que arma a Santíssima Trindade se serviu para reformar o mundo?” – “Ó Senhora!” respondeu ele, “Vós o sabeis melhor do que eu porque depois de Vosso Filho Jesus Cristo fostes o principal instrumento de nossa salvação”. Ela continuou: “O instrumento principal dessa obra foi o saltério angélico que é o fundamento do Novo Testamento. Portanto, se queres ganhar para Deus esses corações endurecidos, reza meu saltério.” 

Após a celeste aparição, com o ânimo reconstituído e inflamado de zelo pela salvação das almas, levantou-se imediatamente e dirigiu-se à Catedral de Toulouse. Sua chegada foi precedida pelo toque grave dos sinos que, miraculosamente, chamavam as pessoas para a Catedral. O santo entrou e, ao se posicionar no púlpito e iniciar a pregação, a própria natureza pôs-se a enfatizar suas palavras.

Assim que iniciou seu sermão, desencadeou-se uma tempestade terrível, a terra estremeceu, o sol se escureceu, houve tantos trovões e raios que todos ficaram muito temerosos. Ainda maior foi o seu medo quando olharam a imagem de Nossa Senhora, exibida em local privilegiado, e a viram levantar os braços em direção ao Céu, três vezes, para acalmar a vingança de Deus sobre eles, caso eles falhassem em se converter, arrumar suas vidas e procurar a proteção da Santa Mãe de Deus. Deus permitiu tais fenômenos e milagres para que aqueles corações endurecidos se impressionassem, e se movessem à conversão.

São Domingos rezou a Deus, e a tempestade se acalmou. Ele continuou sua pregação mostrando a importância do Rosário. Os presentes ficaram tão impressionados com o ocorrido e com as palavras impregnadas de fogo de São Domingos que naquele mesmo dia praticamente toda a cidade se converteu.  A partir do momento em que São Domingos deu início à difusão da devoção ao Santo Rosário, Maria Santíssima começou a derramar abundantes graças aos que o recitavam.

1 2 3 4 IMG_2096 IMG_2098 IMG_2102 IMG_2112 IMG_2116 IMG_2117 IMG_2120

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*