Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em Vós!

“Eis o Coração que tanto amou os homens, que não poupou nada até esgotar-Se e consumir-Se, para manifestar-lhes seu amor…”

sagrado-corracao-de-jesus-imagem-amaragi-pe-foto-arautos-ls

Estas são palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo dirigidas a Santa Margarida-Maria Alacoque, na Oitava de Corpus Christi em Junho de 1675, ela que foi especialmente escolhida para acolher as revelações do amor de Nosso Senhor Jesus Cristo para com a humanidade.

Esta magnífica devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tão querida pelos católicos do mundo inteiro e que chegou até nós pela extrema bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, ao revelá-la, no século XVII a uma humilde religiosa, Santa Margarida-Maria Alacoque, da Ordem da Visitação, filha espiritual de São Francisco de Sales e Santa Joana de Chantal.

“Ao longo da história da Igreja, Nosso Senhor tem revelado de maneiras diversas os tesouros de seu Coração Sagrado aos homens. A devoção a Ele tornou-se uma luz de misericórdia e de esperança continuamente derramada sobre a face da terra.”

Nas comovedoras e calorosas conversas que teve com essa grande Santa, “Nosso Senhor faz ouvir a queixa secreta de seu Coração: Ele ama tanto os homens, e é por estes tão pouco amado! E pede uma reparação de amor que se traduza em atos externos e fervorosos, como a comunhão frequente, a recepção da Eucaristia nas primeiras sexta-feiras de cada mês e a Hora Santa.”

Comentário ao Evangelho – Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - Revista Arautos do Evangelho - Revista Católica

Para que possamos bem corresponder – durante este Mês e por toda a nossa vida, a esse Amor ardente do Sagrado Coração de Jesus por nós, recorramos ao Imaculado Coração de Maria, “cuja onipotente intercessão devemos implorar a fim de alcançarmos as misericórdias do Sagrado Coração de Jesus.”

 Diante de tão insondável manifestação de benquerença, impossível é deixarmos de nos sentir amados por Deus apesar das nossas misérias. Mesmo após termos rolado na lama do pecado, podemos contar com os infinitos méritos obtidos pelo Sacratíssimo Coração de Jesus durante sua Paixão, certos de que Ele tudo fará para nos resgatar.

Inclusive nossas misérias oferecem ao Coração de Jesus oportunidade de manifestar sua infinita bondade e seu incomensurável desejo de perdoar, redundando tudo em maior glória para Deus.

Devemos, pois, nos encher de confiança e afastar a menor incerteza em relação ao amor do Criador por nós. Mas precisamos, sobretudo, ter um desejo ardoroso de nos entregar totalmente nas mãos da Divina Providência, sem jamais pensar em obter qualquer benefício pessoal desligado da glória do Altíssimo.

Imaculado Coração de Maria - Revista Arautos do Evangelho - Revista Católica

Complemento indispensável para estas considerações é uma referência Àquela cujo Imaculado Coração, no dizer de São João Eudes, é tão unido ao do seu divino Filho a ponto de ambos formarem um só: o Sagrado Coração de Jesus e Maria.

A grandeza do Imaculado Coração de Maria é um mistério que nossa inteligência não alcança. Sem dúvida, Ela rezou no Calvário por todos. E hoje, Ela acompanha do Céu as dificuldades e alegrias de cada um dos seus filhos, disposta a nos atender com indizível afeto, ternura e carinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*