Em audiência geral, Bento XVI fala sobre importância da formação permanente

Bento XVICastel Gandolfo (Quarta, 19-08-2009, Gaudium Press)

Com um número reduzido de fiéis e formado principalmente por turistas estrangeiros devido aos últimos dias das férias na Itália, entre eles um grupo de 26 pessoas de São Paulo, a audiência geral desta semana ocorrida hoje em Castel Galdolfo acabou tendo uma atmosfera mais intimista. Na catequese de seu discurso, Bento XVI abordou a figura de São João Eudes, “apóstolo incansável da devoção aos Sagrados Corações de Jesus e Maria”.

Eudes viveu na França do século XVII e dedicava-se à formação do clero diocesano. Foi o fundador da undou a Congregação de Jesus e Maria, para formação de padres e seminaristas, cujos membros são conhecidos como padres eudistas.

Segundo o Papa, a história de São João Eudes é um exemplo para os seminários modernos sobre como preparar novas gerações do clero. “O caminho de santidade, percorrido por ele e proposto aos seus discípulos, tinha como fundamento uma sólida confiança no amor que Deus revelou para a humanidade no Coração sacerdotal de Cristo e no Coração materno de Maria”. Bento XVI disse desejar que os padres não parem a formação e testemunhem sempre “a infinita misericórdia de Deus”.

O Papa lembrou ainda as determinações do Concílio de Trento sobre o ensino dos seminaristas. “Os fundamentos colocados na formação seminarística constituem-se de um insubstituível ‘humus spirituale’ para ‘aprender Cristo’, deixando-se progressivamente configurar a ele, único Sumo Sacerdote e Bom Pastor. O tempo do Seminário é visto, portanto, como a atualização do momento no qual o Senhor Jesus, após ter chamado os apóstolos a antes de mandá-los pregar, lhes pede que fiquem com Ele”.

Como sempre quando a audiência geral acontece em Castel Gandolfo, o Papa assomou à varanda do pátio interno do Palácio Apostólico para saudar os fiéis.

“Amados peregrinos de língua portuguesa, nomeadamente os grupos de Mirandela e de São Paulo, agradeço a vossa presença com votos de que este encontro com o Sucessor de Pedro revigore, em todos vós, o fervor espiritual para assim testemunhardes, com as vossas vidas, a Mensagem Salvadora de Jesus Cristo. Sobre cada um de vós e vossas famílias desça a Minha Bênção”, disse em português.

Em espanhol, Bento XVI falou: “Saludo a los peregrinos de lengua española. En particular a la Parroquia de San Nicolás de la Villa de Córdoba. Celebramos hoy la fiesta de san Juan Eudes, apóstol incansable de la devoción a los Sagrados Corazones de Jesús y María y entregado totalmente a la formación del clero diocesano. La adecuada preparación del sacerdote es el punto de partida de una auténtica reforma de la vida y del apostolado de los presbíteros. Durante este Año Sacerdotal, os invito a rezar por los sacerdotes para que configurándose cada vez más con Cristo, Buen Pastor, sean testigos en el mundo de la infinita misericordia de Dios. Muchas gracias.”

A audiência se encerrou com o habitual canto do Pater Noster e a Benção Apostólica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*