Sagrado Coração de JesusCatedral de Palencia

Sagrado Coração de Jesus

Em 1688, Margarida Maria escrevia uma carta a sua ex-superiora, Madre de Saumaise: “Numa sexta-feira, durante a comunhão, Ele (O Salvador) disse essas palavras a sua indigna serva: “Prometo-te, na excessiva misericórdia de meu Coração, que meu amor onipotente concederá, a todos os que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses seguidos, a graça da penitência final: não morrerão em minha desgraça e sem receber os Sacramentos, tornando-se Meu Divino Coração o seu asilo seguro no último momento” (Vie, Vol. II, p.159).